Balé Blend para ganho de massa muscular

Foto: Rafael Marques Fotografias

Sou apaixonada por ballet. Desde sempre! Comecei aos 3, parei aos 17 e fui infinitamente feliz nessa fase. Voltaria se minha condição física permitisse. Além de exigir muito do nosso corpo (e não só isso), o balé também é um ótimo aliado para quem procura qualidade de vida acima de tudo. Ele reduz o risco de doenças cardiovasculares, combate a ansiedade e a depressão, controla a pressão arterial, aumenta o metabolismo e, de quebra, melhora o humor.

Eu também acredito que o balé é um caminho para se adquirir massa muscular. Em 100% dos exercícios, é com o peso do próprio corpo que a gente trabalha, além de aprimorar também a flexibilidade, coordenação motora e, claro, o equilíbrio. 

Nesse meio tempo, sugiram diversas modalidades como balé fitness e, agora, o ballet blend. Ele foi criado pela bailarina Anninha Martins e é um novo método que alia os princípios do balé clássico com a ginástica localizada coreografada, muito usada na década de 90. Na atividade, acontece um aumento de repetições nos exercícios propostos. Assim, você consegue manter o abdômen sempre ativado e contraído, evitando a sobrecarga na coluna.

Atualmente, a única de balé blend acontece no Estúdio Anacã (www.estudioanaca.com.br). O método também  é disponibilizado por meio de videoaulas, em parceria com o Namu Cursos.

Postar um comentário

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados à Dreisse Drielle. Layout feito com por Odd