15 dias de mudança

11 de agosto de 2017


Todos os dias a gente quer mudar algo. Todos os dias a gente quer ser melhor. Todos os dias agente se arrepende. E muitas vezes a gente diz que vai mudar e não muda. Por que eu estou dizendo isso? Porque me encaixei no seleto grupo de procrastinadores que deixam tudo para amanhã e amargam o arrependimento de não ter começado nada antes.

Mas "segunda eu começo", digo sempre. "Estou cansada hoje", falo muitas vezes. Assim, adiei meus estudos, adiei hábitos saudáveis, adiei opções melhores para a minha vida. Abdiquei de uma série de soluções que teriam aparecido se eu não tivesse procrastinado. E por que eu estou contando isso agora? Porque resolvi começar hoje. Assim. Em plena sexta-feira.

Aprendi que quando se assume um compromisso publicamente, a gente tende a colocar mais empenho e fazer até o final. Achei justo dividir essas reflexões e me colocar nesse desafio. Serão 5 mudanças nada radicais, mas que exigem muito empenho para os próximos 15 dias. Não são coisas complexas e 15 dias pode até ser pouco tempo para uma série de mudanças que quero fazer, mas eu preciso iniciar os ajustes e acho melhor começar agora.

É sempre ruim quando a gente adia soluções que só nos beneficiam. É sempre ruim quando a gente opta por continuar a mercê dos dias, vivendo como se a vida de resumisse em aguardar as 18h do relógio para se jogar no sofá e só. O ócio sempre me incomodou e não é justo me tornar refém disso agora.

Nos próximos 15 dias, algumas coisas vão mudar. E mesmo que não sejam mudanças radicais, elas são importantes para mim. Acho que você deveria tentar! Que tal? Escolha 1, 2 ou 5 hábitos que você deseja colocar em prática nos próximos 15 dias e se joga. Mesmo que não seja uma grande mudança. O primeiro passo é tão importante quanto o trajeto que você vai fazer.

Agora vem cá e me conta aqui: o que você mudaria na sua vida nos próximos 15 dias?

1 comentários:

  1. Espero que você tenha obtido sucesso nas suas mudanças! Sei como é frustrante tentar melhorar, mas sentir que a hora de mudar sempre está logo ali no futuro, porém perceber que esse futuro nunca chega. Estou, aos poucos, quebrando esses ciclos de procrastinação, mas sem me cobrar muito, apenas sendo um pouquinho mais atento nos pequenos detalhes. :)

    ResponderExcluir

Obrigada!