Adeus, amor

8 de fevereiro de 2017

Foto: We Heart It
Me afastei. Não por falta de amor, não por falta de vontade, não por desejo de simplesmente mudar. Me afastei por sofrimento. É que eu, meu bem, não aguento mais quem gosta dizendo e não fazendo. É que você sempre foi muita voz e pouca ação. Isso me sufocou por um tempo, deixou marcas, feridas, cicatrizes até que eu finalmente disse “chega” e dei um basta.

Eu sei que isso é muito mais reponsabilidade minha que sua. Compreendo minha parcela de culpa. Sei que é muito mais a minha expectativa do que você por completo. É muito mais o que eu sonhei do que o que você quis fazer de fato. Acontece que eu me atropelei por você. Passei por cima dos meus amigos, da minha família e cansei de achar que lá na frente isso ia ser diferente. Sendo que, na verdade, nunca foi e nem ia ser. Te amo de tantas formas que simplesmente não consigo mais.

Então, depois desse tempo todo, eu descobri que eu não preciso lutar sozinha por esse relacionamento. Por nós. Ou por você. No fundo, eu tenho certeza que mereço muito mais que alguém que tem medo de que essa história dê certo. Que tem medo de se entregar. De ultrapassar barreiras. De viver nós dois. Hoje, essa verdade dói, meu amor. Dói muito. E eu sonho todos os dias com o momento em que isso vai parar de doer. Para sempre.

Eu sei que você está aqui. Sei que sempre esteve. E o problema é exatamente esse. Somos um casal sem sermos um. Temos uma história sem termos uma história. Você entende? Eu cansei de viver algo que simplesmente não pode ser vivido porque você não quer. Cansei de continuar alimentando em mim algo que só eu vivo. Eu sei que você quer. Eu também quero muito, mas eu não posse mais me sacrificar nessa história patética que estou criando sozinha em minha mente.

Eu não entendo mais o seu medo. E cansei de esperar mudanças. Neste momento, saiba que está me perdendo porque eu, meu bem, não aguento mais.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!