A pré-venda do meu livro começou!

27 de dezembro de 2015

Foto: We Heart It
Já está disponível, em pré-venda, o meu livro Doce Primavera. Ele é voltado para o público adolescente e trata das dificuldades dessa fase da vida: os primeiros amores, as brigas, as amizades, a primeira festa, as perguntas sobre o vestibular... Catarina representa as várias jovens que refletem e vivem cada uma dessas dificuldades apresentada. Cada um dos capítulos deixa uma mensagem: “há tempo para tudo nessa vida” – mensagem que levei anos para entender.

Se você quer garantir o seu exemplar antes mesmo dele estar disponível para a venda, então corre que ainda dá tempo. Ele está disponível para a pré-venda no site da Editora Multifoco e você pode comprar clicando aqui.

Mais uma vez, obrigada por tudo. E comprem! Vou amar estar na casa de cada um de vocês. 

Deu certo, meu bem

20 de dezembro de 2015

Foto: We Heart It
Deu certo. Para mim. Para você. Sem nós. Completamente separados. Mas saiba que eu fiz exatamente do jeito que você sempre falou: "não desiste porque vai dar certo, menina". E deu mesmo. Gosto de acreditar que para você também. Pouco sei da sua vida agora, concordo, mas te acompanhar de longe faz bem. É a dose diária de passado que me mantém ligada no presente. Passou, mas ficou.

Lembra do remo? Eu continuei remando e sei que você também. A gente só trocou de barco no meio do caminho - foi melhor assim, talvez. Só descobrirei se foi mesmo quando contar para os meus netos e ver qual palavra vou usar para te definir. Por agora, gosto apenas de dizer que deu certo. Para mim. Para você. Sem nós. Em barcos diferentes. Deu certo, meu. bem Deu certo demais. 

Uma novidade e muito amor envolvido

12 de dezembro de 2015

Foto: we heart it
Comecei em 2013. Eram muitos sonhos para pouco pé no chão. Imprevistos, mudanças, mal-entendidos. E quase em 2016, eu volto com essa novidade para lá de emocionante: vai ter livro sim! Finalmente.

Parte de tudo que sonhei começa a se materializar, bem devagar, mas com força total dentro dessa cabecinha que ainda é cheia de sonhos. Há aqui projetos para os próximos cinquenta anos e todos eles incluem escrever. Todos. Só que nenhuma grande caminhada começa sem o principal, não é? O primeiro passo. Ele está acontecendo agora na minha vida. Quer dizer, começou há muitos anos. Mas, agora, ele começa a ganhar forma, cor, cheiro e capa.

Superei toda a minha timidez e fiz um pequeno vídeo (pequeno mesmo) para contar essa novidade. Foi a maneira que melhor encontrei para tentar abraçar cada um de vocês que me acompanha aqui. Obrigada por estarem comigo. Obrigada por fazerem parte desse sonho. Sintam meu abraço de longe e ouçam meus gritinhos de comemoração!

A pré-venda vai começar em breve e o lançamento, que será aqui na minha cidade natal, também será divulgado muito em breve. A minha editora é a Multifoco e espero estar na prateleira de vocês daqui a pouco!


O sentimento que escolhi deixar

6 de dezembro de 2015

Foto: We Heart It
Todos os dias eu acordo com a certeza de que sou capaz de escolher exatamente o que vai "reger" o meu dia. Como uma regência de orquestra mesmo. Escolho o tom. O toque. A sintonia. O sentimento que vai reinar por entre os corredores repleto de músicos e me invadir. Hoje eu acordei escolhendo o amor. E desejando positividade. Há dias em que a gratidão é maior que tudo. A felicidade também. Em outros, escolho apenas viver o dia em paz. 

Todos os dias somos capazes de escolher o que transborda na gente. E o que sobra. Nas sobras, ficam coisas que eu não escolho viver. Deixo nos restos os sentimentos ruins, os rancores do dia-a-dia e providencio o fim disso. Fora da cama e fora da vida, a gente deixa tudo que não cabe. Tudo que retém e prejudica nossas forças.

Para os meus dias, desejo sempre um painel em branco, para que eu possa enchê-lo de cor durante o dia. Quanto mais eu desejo coisas boas, mais me sinto cercada de alegria e energias positivas que o universo se encarrega de mandar até mim. Eu sou e eu recebo exatamente o que eu emito. Para cada reclamação, o universo providencia coisas ruins que poderiam ter ficado de fora. E, olha, quando a gente exclui isso da nossa vida, essas coisas ficam de fora mesmo. Me recuso a trazer para minha vida problema e sofrimento que eu mesma atraio com atitudes mesquinhas.

Para hoje e para nós, fica o exercício. Tentar pensar só em coisa boa faz um bem danado para a alma. Eu já escolhi o que quero para minha vida hoje. E você?  
_________________________
Estou lá no snapchat papeando sobre coisas aleatórias! Me segue lá. É o @d.drielle. ♥