Bagunça interna

14 de setembro de 2015

Foto: We Heart It
Fico enfiada na agenda querendo arrumar a minha vida. Viro páginas, passo por todas as marcações e tudo continua uma bagunça. Nada sei, repito. Em vão, concordo e vou tentando. Organizo a agenda, o guarda roupa, a cama.

Finjo que organizar as roupas por cores é arrumar os pensamentos por ordem de importância. Sapatos são como amores se ajeitando nesse coração que não cabe mais nada. A cama completamente bagunçada é reflexo de um corpo cansado, querendo um colo amigo.

Enquanto isso, a alma continua esperando uma faxina.


0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!