Eu não vou ser sua segunda opção

30 de agosto de 2015

Foto: We Heart It
Me desculpe, meu amor, mas eu não vou ser sua segunda opção. E essa é a coisa mais simples que eu posso te dizer no momento. Cansei de ser escondida à luz do dia. Cansei de estar à mostra apenas quando tudo já está escuro. Cansei de não poder te dar um beijo em público porque isso te afetaria sei lá de que forma.

Eu cansei, meu amor. Tudo tem um limite nessa vida e eu cheguei ao meu. Serei eternamente grata a tudo que vivemos, mas eu não posso ser sua segunda opção. Estou ciente de que suas ligações matinais vão me deixar morrendo de saudade, porque sua voz doce e sonolenta todos os dias era o que me fazia continuar, mas não posso mais me colocar nesse papel. Se não consegue ser sincero com você mesmo, não posso esperar que seja comigo. E só agora eu entendi isso.

Eu sempre te disse que uma hora conseguiria te deixar e, sinto te informar, mas essa hora chegou. Porque a partir desse momento, vou poder tomar um sorvete a luz do dia com a minha própria companhia, sem me importar se tem alguém vendo o que estou fazendo – e o pior, com quem estou. A partir de hoje, posso colocar aquela roupa cheirosa para mim mesma e sem dormir chateada porque simplesmente você não pôde aparecer daquela.


Agora eu posso viver. Porque estou deixando você e suas milhares de desculpas para trás. Estou deixando você e suas mentiras, farsas, tamanha crueldade que você espalhou por aí. Estou deixando você, meu amor. Não posso ser sua segunda opção. Pelo menos, não mais. 

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!