Até semana que vem, meu bem!



Você tinha mesmo que aparecer com aquela sua camisa pólo que dizia “olha como eu estou mais bonita agora!”, não é? Você sabe que ela ainda tem o nosso cheiro e não, eu não estou pronta para me desfazer de você ainda. Então por que você me chamou para sairmos naquela noite? Justo naquela noite de sábado triste e vazia? Por que você resolveu aparecer com aquele seu sorriso canto de boca que diz que é só eu chamar que você vem? Com aquele seu charme e seu jeito que diz que você simplesmente não vale o chão que você pisa e muito menos dá valor aos corações que frequenta.

Foram tantos, não é? E eu me pergunto aqui o que de fato você faz com todos eles. Deduzo eu que você tenha um depósito que muito mais que acumular presentes, nele você guarda cada um dos corações que recebe. E eu aposto o meu coração (que por sinal, não foi entregue a ti) que você nem sequer guarda todos os outros com devido cuidado e não sabe nem sequer quem são as respectivas donas.

Semanalmente eu publico uma crônica lá no Depois dos Quinze. Continue lendo a dessa semana clicando aqui.

Nenhum comentário:

Obrigada!

Tecnologia do Blogger.