Aquilo que ninguém vê

17 de janeiro de 2012


Não tenho nada contra palavões. Nem programas televisivos de fim de semana e nem contra música brega. Não tenho nada contra mesmo. Porque eu acabei de descobrir que o que faz a gente são esses detalhes que todo mundo julga, mas ninguém sabe porque ocorre. Isso é a autenticidade que a gente simplesmente não revela para o mundo, porque o mundo não precisa de tais revelações.

Porque eu acho uma tremenda falsidade desse povo que vem querendo posar de pseudo-cult e dizer que não assiste BBB ou que não lê um romance clichê porque aquilo é uma afronta ao seu intelecto. Mais falso ainda é esse povo que diz para os quatro mundos que é fã de tal autor simplesmente porque leu uma frase no "quem sou eu" do orkut. E, pior que tudo isso ainda, são as pessoas que adoram aparecer. Tem gente que adora dizer que bebeu até vomitar ou que tomou não-sei-quantos calmantes para dormir porque sofre de insônia, agora vem cá e me conta: qual a finalidade disso? 

Porque eu, na verdade, acredito que a gente é aquilo que a gente não conta, aquilo que o mundo não sabe. Eu sou a meia no pé em um dia ensolarado que adora sair pulando só porque o chão está gelado. Você é aquilo que você faz e aquilo que ninguém te vê fazendo.

E, vou ser sincera, não carrego nenhum preconceito por quem diz que se diverte assistindo "vídeo cassetadas", até porque, vou confessar, também adoro essa parte do meu fim de semana. 

2 comentários:

  1. Não acredito em gente que se gaba demais, gente que tem uma necessidade extrema de sair por ai falando esse tipo de coisa e gente que acha o máximo beber todas e ficar capotado por ai? Não suporto. Concordo com você, texto ótimo :)

    beijos :*

    ResponderExcluir
  2. Não somos super heróis somos seres humanos..pena que nem todos pensam assim..rsrrsrs.Estou seguindo seu cantinho,ficaria muito grata se você seguisse o meu de volta.Amei seu Blog as palavras falam direto ao coração!

    ResponderExcluir

Obrigada!