Pedaços de nós

3 de maio de 2015

Imagem: We Heart It
Tenho lá minhas dúvidas. E, meu amor, acredite: eu não duvido de você. Mas às vezes você consegue me fazer duvidar de nós. Era de se esperar que não sentiria minha falta. Era de se esperar que não ligaria, mas consegue entender que isso as vezes me faz acreditar também que só eu colaboro? Que só eu sou capaz de entregar toda alma enquanto você, pobre de ti, não entrega nem uma pequena parte?

Você me faz chorar quase sempre e não, eu nunca te contei isso. Porque no geral, essas lágrimas logo se dissolvem quando vem com palavras doces e murmúrios gentis repletos de amor, aparentemente. Eu nunca entendi porque eu sempre tive essa sensação estranha de que estava sendo deixada para trás mais uma vez. Nunca gostei de achar que essa pode ser a última vez, porque eu estou prestes a te deixar. Nunca entendi e nunca sequer quis levar meus planos a diante. Porque você, meu amor, tem lá seus defeitos e parte meu coração por completo, mas consegue me ter por inteiro sempre que ambos necessitam. Porque eu também sei que nunca é uma necessidade só minha.

Nunca entendi porque sempre choro só de pensar em escrever sobre você. De todos, você é o que menos mereceu minhas palavras, mas é em você que eu mais insisto. Meu bem, ensina-me a ter certeza. Te peço só isso por hoje. Ensina-me a ter plena certeza, porque se não eu vou me ver na obrigação de partir para algo que no fundo eu sei que não quero. Odeio ter que falar que estou me redirecionando ao fim, mas entenda que se for assim, assim também será da minha parte.
 

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!