Sobre portas e oportunidades

7 de agosto de 2011


Não sei como funciona. A vida às vezes abre portas imprescindíveis, dessas que a gente não deve olhar para o lado e pensar em evitar. Não sei muito, mas sei que toda vez que via essas portas abertas, eu ia logo entrando de intrometida e vendo no que aquilo poderia dar. E eu nunca me arrependi.

Elas não são de ficar muito tempo abertas, mas quando uma se abre, devemos colocar em prática todos aqueles pensamentos rápidos que passamos uma vida inteira planejando, só pra decidir se vale à pena ou não. Não conheço muito das oportunidades da vida, mas posso afirmar que ela me abriu diversas. Contraditório? Um tanto sim. Mas quem vai me dizer que a vida não é?

Geralmente, a vida não abre todas as suas portas de uma só vez. É gradualmente que as coisas funcionam, como um jogo de quebra-cabeça. Desses que a gente leva uma eternidade pra conseguir achar e montar as peças e se enche de orgulho no fim. É mais ou menos isso. Essas portas, oportunidades ou como preferir chamar são criteriosamente selecionadas e se a dúvida te escolheu é porque, de fato, ela sabe que você é capaz de se decidir. E se errar? Se errar, errou. Erros constroem uma vida assim como as tentativas também.
Agora, vai lá e tenta. Não deixa aquela porta se fechar não. Se agarra na oportunidade e não deixa ela passar. Corre que ainda é tempo!

1 comentários:

  1. Passando pra dizer que amei seu cantinho..
    Tudo tão doce, tão lindo!
    Não poderia deixar de segui-lo..
    Já entre os meus preferidos..
    Bjoo Linda..♥

    ResponderExcluir

Obrigada!