Perfeita sintonia

24 de agosto de 2011


Certeza. Dúvidas. E a improbabilidade do talvez. Não, não dava para acreditar. Sua cabeça revirava pensamentos antigos e custava a entender que aquilo era verdade. Seu coração acelerava e suas pernas tremiam, agora não mais de frio. Suas mãos, mesmo geladas, suavam de calor. O vento não congelava mais ou se soprava gelado, ela não conseguia sentir. Ela só ouvia uma voz dizendo o quanto ela queria tudo aquilo e que não podia recuar agora.


Seu coração pulsava forte, seus olhos brilhavam e ela só sabia sorrir. Mesmo tremendo, ela seria capaz de passar a eternidade assim. Sua cabeça ainda não acreditava quem estava em sua frente.

Os olhos de ambos se encontraram e, quando ela percebeu, sua mãos envolviam o pescoço do rapaz assim como os braços dele envolviam sua cintura. Ela sorria e nessa hora ela sentia seus olhos embaçarem e borboletas voarem em seu estômago. Eles estavam bem e seus olhos estavam fechando. Entravam em sintonia, em perfeita sintonia.

1 comentários:

  1. Tem um selo pra você lá no meu blog. Espalhe sorrisos e compartilhe essa idéia.
    Beijo grande, :*
    Raíssa

    Ps: Link da postagem: http://smileonly-now.blogspot.com/2011/08/vem-participar-dessa-campanha.html

    ResponderExcluir

Obrigada!