A última tentativa

14 de julho de 2011

Dias desses, eu tinha uma lágrima pronta no olho. Dessas que vem bem no canto e que você nem sabe o motivo pelo qual chora. Dia desses, você me ligou dizendo que me amava, mas que tinha que ir. E eu não gritei, não chorei e nem sequer sorri. Mantive-me apática por todos os dias que eu esperava indiscutivelmente por uma ligação sua. E quando eu descobri que não ligaria, eu também descobri o porquê que todos os dias durante a noite, naquele mesmo horário que você costumava me ligar, havia um choro esperando para sair.


Então, eu desviei o olhar e juntei todos os seus presentes numa caixinha velha, dessas que a gente logo vai jogar fora. Veio uma dor tão forte, que eu refiz todos os nossos momentos mentalmente e quis te tomar no colo e sussurrar outro eu te amo, como naquele dia. Como em todos aqueles dias.

Perdoe-me por isso, mas você precisava ir. Livrei-me de toda parte de você que ainda havia dentro de mim e estou indo tentar viver minha vida. É só uma tentativa qualquer(quem sabe a última, não é?), assim como aguardo a sua tentativa de retorno. Enquanto isso não acontece, sinta meus braços quentes te envolvendo e um beijo simples para alegrar seus dias.
De alguém que se odeia por te amar, Cady

6 comentários:

  1. É quase assim, eu acho. O modo como me sinto, deve ser assim mesmo... Mas ando tão escassa de amor, tão confusa. ~~ Anyway, eu ainda quero que você escreva um livro, tá?

    ResponderExcluir
  2. Poxa, eu já me senti muito assim, uma tentativa dupla, de ir embora e de ficar mais um pouco. Nunca é fácil deixar alguém, mas gostar de alguém é com certeza mais difícil que tudo!
    Beijo!
    http://biacentrismo.blogspot.com - @biacentrismo

    ResponderExcluir
  3. eu já tive essa saudade de alguém, de falar o que sente, a vontade irrefreável de querer que tudo volte como era antes, mas existem coisas que não tem volta, emoções, sentimento e pessoas, que vem, marcam nossas vidas e simplesmente partem, é a sina, que muitas vezes precisamos aguentar. bjs.

    ResponderExcluir
  4. Se saudade matasse, eu já era. Me identifiquei com o teu texto por inteiro, e principalmente na última linha dele... Enfim, tô seguindo, achei lindo aqui e tudo que você escreve. Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto flôr, obrigada pela visitinha tô seguindo e estarei sempre por aqui. Ótimo fds. Bjks♥

    ResponderExcluir
  6. Adorei o seu blog e estamos te seguindo.
    Espero que você dê uma passadinha no nosso e siga-nos!
    Aposto que você vai amar :)
    Um beijo.

    ResponderExcluir

Obrigada!