Sobre o que nem eu sei descrever

10 de dezembro de 2010


Sou um embaraço. A contradição, a ingenuidade e uma porção de coisas mais. Sou a fragilidade, a ignorância e a preguiça. Sou tudo isso e um pouco mais. Sou muito mais do que sou capaz de dizer entre essas linhas. A paranóia, o amor e a antipatia. A delicadeza e a brutalidade. Mais do que você pode entender e muito mais do que eu mesmo entendo. Sou a confusão em pessoa.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!