Sobre ser feliz

12 de maio de 2010

Acho que depois de tanto tempo eu começo a me entender. Ou a pelo menos fingir que me entendendo. Meus dias estão mais curtos, meu tempo é menor, as responsabilidades me sufocam e eu quero viver mais intensamente a cada dia. Aproveitar cada coisa que a vida vá me proporcionar, e dizer sim a maioria das portas que me forem abertas. Acho que depois de tanto tempo e com meu tempo cada vez menor eu tenho vontade de viver mais. De deitar na grama e fingir que não tem nada pra fazer. De sorrir mais, de abraçar mais e de sonhar mais. Flutuar, voar, pensar, sonhar, sentir e amar. Nem que seja sozinha, mas eu quero viver. Intensamente. De forma encantadora e única. Como nunca vivi antes e talvez como nunca mais viva. Eu quero tocar o céu, quero ir além de onde a linha do horizonte alcança. Quero aproveitar e lutar por desejos que realmente valham à pena. E acho que todos deveriam fazer o mesmo: Viver. Radicalizar. Sonhar. Se encantar, se apaixonar, se realizar e sentir. E descobri também que não é necessário muito esforço. Uma mera paradinha no tempo, um pause pra sociedade e falta de tempo e uma simples olhada pro céu. Sorrindo mais. Sonhando mais. Vivendo mais. Mais e mais a cada dia. Querendo ser. Querendo sentir. E pra isso, eu sei que não preciso de muita coisa: o mínimo de tempo e o máximo de vontade. Viver é fácil. E ser feliz não dói. Experimente. Bjs ;*
Sem demoras pra postar. Agora com mais tempo pro blog. Ufa.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada!