03 fevereiro 2016

Você não merece

Foto: We Heart It
Você não merece um texto sequer. E eu, de novo, sentei na cadeira para escrever sobre você simplesmente porque minhas amigas não aguentam mais ouvir o seu nome. Você não merece um beijo meu. E ainda assim te enchi deles por diversas vezes enquanto você me enchia de risos doces e bonitas mentiras.

Você não merece um sorriso meu. E eu sempre sonhava com o seu - fazendo chuva ou fazendo sol. Esse sorriso de canto de boca é o que mais me tira do sério e você sempre consegue o que quer com ele. Você não merece o sacrifício. Não honrou as noites em claro e nem deu valor para os pequenos gestos. Esperou grandes feitos enquanto lentamente virava o jogo e me deixava no canto. 

Você não mereceu sequer meus pequenos feitos. Não deu valor para os meus abraços, não agradeceu pelas conversas, não retribuiu meus carinhos. E sorriu mansamente em todas essas ocasiões. Esperou colo, esperou beijo, esperou noites lindas de sono e amor. E eu descobri, meu bem, que você simplesmente não merece.  

31 janeiro 2016

Certas coisas simplesmente não valem

Foto: We Heart It
Respira fundo. Solta esse cabelo e desamarra a cara fechada. Certas coisas não compensam o desgaste e nem o stress. Certas coisas não valem nosso tempo, nossa alma, nossa sinceridade. Certas coisas foram feitas para serem assim: tortas, esquisitas, mal acabadas. Elas só não podem te fazer sofrer. Certas coisas simplesmente não compensam. Rancor, na sua pior espécie, não traz nada de bom para a alma e o corpo, com o tempo, adoece. 

A gente cresce. A gente cresce nos erros, nos amores, nos acertos, nas dúvidas. E, principalmente, na decepção. Tudo feito para a gente evoluir. Nada acontece com um propósito menor do que te ensinar. Ensinar a viver. É um passo de cada vez mesmo. Só não deixe para iniciar a caminhada amanhã. Se começar agora, o caminho é menos doloroso.

Respira fundo, porque certas coisas simplesmente não valem. E não há porquê procurar justificativas. Acalma o coração, mantém a cabeça no lugar e segue. Segue seu rumo sem choro e com garra. Segue certa do aprendizado. Segue certa do seu poder. Só segue. Porque algumas coisas simplesmente não valem o sacrifício. E você sabe como sacudir a poeira. 

17 janeiro 2016

O que é que você fez?

Foto: We Heart It
Seu cheiro ficou grudado em mim o dia inteiro. Eu não aguentava mais. Aquele cheiro meio doce, meio amadeirado me fazendo lembrar de tudo que tinha acontecido era a dose de sofrimento que eu não precisava naquele dia. E eu já não tinha mais nada para fazer. O sabonete mais forte da minha estante já não era capaz de tirar aquela marca que você tinha deixado em mim - e eu desejei muito que a marca fosse somente física. 

Seu calor ficou grudado em mim o dia inteiro. Eu queria mais. Suas mãos quentes em um dia de inverno, deixando tudo ainda mais sombrio, me ajudou a não adoecer. Era a dose de carinho que eu precisava naquela hora. Era a dose exata de atenção que estava faltando para mim. E você soube ser sutil, simplesmente.

Suas palavras também ficaram grudadas em mim o dia inteiro. Oscilando entre o sincero e o forjado, me fazendo questionar e analisar quase que friamente o que era mentira e o que era verdade. Cheguei a uma conclusão que se resumia a nada. Esse seus olhos brilhantes me confundiram. Me deixaram completamente perdida. E o que eu poderia fazer? 

Nessa altura do campeonato, ficar de olho no celular, na esperança de um sinal de vida, era tudo que havia restado. Ai, garoto. O que é que você fez aqui? Me diz. Correr desses seus braços também era uma opção - que ainda não tinha entrado na lista de decisões, diga-se de passagem. Quase nada consigo fazer agora. Muito já posso sentir. Não tenho pretensões, confesso. Só mais um dia com você do lado me basta. Até a manhã seguinte. 


_________________

Meu primeiro livro vai ser publicado! A pré-venda já começou e você pode garantir o seu clicando aqui. Obrigada ♥ 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook Twitter Instagram